Review: Sledgehammer - P. Dangelico

Editora: Independente
Série: Hard to Love
Volume: 2
Língua: Inglês
Páginas: 327
Gênero: Romance, Contemporâneo,  Adulto.
Lançamento: Setembro de 2017
E-book - Amazon BR
Amber Jones está em apuros. E quando digo apuros, quero dizer um mundo de problemas.Ela sabia que não deveria ter ido à festa de Ano Novo do seu ex. Mas ela definitivamente não queria ter quase queimado a sua casa. E agora ela precisa de um bom advogado Mas onde encontrar um?

Ethan Vaughn é um homem muito ocupado. Ele realmente não deveria ter ajudado a tirar Amber Jones da prisão. Como o advogado mais procurado do futebol americano profissional, ele deveria apenas se concentrar em representar os seus clientes da NFL - não uma atriz em dificuldades. Agora levada sob fiança e morando em sua casa, a mulher é um desastre ambulante. E considerando o seu histórico, ele sabe que precisa ficar longe dela o máximo possível. O problema é que ele finalmente conheceu aquela mulher que ele estaria disposto a arriscar tudo.
Meu Deus, gente! Que livro fantástico! Simplesmente amei e não consegui coloca-lo de lado nem por um minuto. Que escritora maravilhosa! Segundo livro dela que eu leio e eu não sei qual de qual que eu gostei mais. Pra quem curte esse estilo de romance, com certeza essa aqui é daquelas autoras para se ficar de olho. Inclusive, tem um estilo parecidíssima com o  da Mariana Zapata - outra escritora que eu sou fã número 1.

Comecei a ler Sledgehammer logo depois de acabar Wrecking Ball - o primeiro livro dessa série (Hard to Love). Como eu havia amado o livro e gostado do estilo de narrativa da P. Dangelico, resolvi em seguida partir para esse daqui. Até porque a autora nos apresenta os personagens desse livro em Wrecking Ball , então você já meio que fica intrigada de antemão em como ela vai fazer esse romance funcionar. E digo isso não só pela personalidade única desses personagens, mas também por eles serem tão diferentes um do outro. 
"Você pode contar comigo." - Ethan
Ethan é aquele personagem que você já ama instantaneamente. Não tem o que não gostar nesse cara. Eu confesso que geralmente eu não curto muito esses personagens muito perfeitinhos não. Eles tendem a me irritar um pouco porque parece que você entra no mundo da fantasia. Claro, eu amo fantasia, mas geralmente quando pego um livro desses, eu já sei que eu vou ler fantasia, mas enfim... De qualquer forma, eu não sei, mas a impressão que eu tive do Ethan é que no fim ele acaba se tornando um cara normal, apesar da aparência devastadora e da sua personalidade doce e marcante. É claro, ainda um pouco longe da realidade, mas no fim você se apaixona pelo o personagem e já nem quer mais saber o quão real ele parece ou não. Rsrs
"Ferir os meus sentimentos exigiria que eu me importasse com o que você ou qualquer homem pensa, e eu lhe asseguro que eu não me importo.Francamente, depois desta noite, estou perto de mudar para a Ilha das lésbicas ."
No entanto, a chave da história está na protagonista, Amber. A Amber tem uma personalidade bem única. Ela é bem comunicativa e desenrolada, além de ser uma figura. Cheia de piadinhas e humor sarcástico, você já começa a rir e divertir-se desde a primeira página. Ela deixa esse livro extremamente divertido. A Amber certamente vai te arrancar umas boas risadas. A forma como ela enxerga a vida é um tanto interessante. Uma mulher cheia de vida, forte e confiante, ferozmente leal aos amigos, e e extremamente independente. Ela aprendeu do jeito mais difícil que ela não deve depender de ninguém.  Mas esse lado cômico e de uma mulher forte e independente funciona também como uma armadura para esconder e proteger o seu lado vulnerável.
"Não! Não é essa!" Eu grito.Tarde demais. Vaughn está olhando para o conteúdo da gaveta, sua expressão congelada. Oh, Deus, ele está contando eles."Não toque" eu digo."Não estava planejando fazer isso", seu olhar retorna para o conteúdo."Agora que você já viu, pode deixa-la aberta. Vou precisar empacota-los mesmo.""Você vai traze-los todos com você?""Eu não posso trazer o Jamie e deixar o Wes. Esses dois estão junstos. Às vezes fico no clima do Gabriel, às vezes do Garrett. E Zeke tem problemas de abandono. Ele ficará chateado se eu deixá-lo para trás."
Por isso, que quando ela se vê na cadeia por acidentalmente ter colocado fogo na casa dos pais do seu ex novio e agora dependendo da ajuda do Ethan, um agente esportivo, advogado e melhor amigo do Cal - o novo marido da sua melhor amiga Cam, ela se vê angustiada, porém sem saída, ela acaba aceitando a ajuda.

Como a fiança dela é estabelecida em um preço exorbitante e sem ter como pagar, o Ethan consegue reduzi-la, mas com o acordo de que ele fique responsável por ela até que as partes entrem em um acordo ou até a próxima audiência em 3 meses. E para garantir que ela tenha um bom comportamento, o Juiz então estabelece que já que o Ethan se dispôs a ser o seu responsável, que ela então more com ele pelo os próximos meses.
"Você tem algum tipo de prazer doentio de gostar de me torturar?" - Amber"Que pergunta boba Jones, você sabe que sim." - Ethan
E é aqui que a coisa toda começa a ficar realmente boa. Como eu disse lá em cima, esses dois não poderiam ser mais diferentes e apesar da situação ser desconfortante para ambos, porque afinal de contas eles mal se conhecem, a Amber sabe que se ela quiser ter qualquer chance fora da prisão e um futuro como atriz, ela precisará lidar com essas novas circunstâncias.

Assim que as primeiras impressões começam a ir pelo o ralo a baixo e eles começam a fazer um esforço para lidar com a situação da melhor forma possível, de repente eles se veem amigos, mas não uma amizade qualquer, algo realmente forte e verdadeiro. Aliás, umas das características mais marcantes da protagonista é a sua lealdade para com os amigos, ela é do tipo que luta com unhas e dentes para protege-los. A partir daí, eles transformam a vida um do outro. Ela preenche todos os espaços vazios da vida do Ethan e a Amber descrente do amor, começa a apaixonar-se por esse cara que até então ela não ia com a cara e ele nem muito menos fazia o tipo dela.
"Eu acordei você?" - Amber"Não ter você ao meu lado foi o que me acordou." - Ethan 
Mas a jornada desses dois apesar de deliciosa é igualmente tumultuosa, pois os dois tem objetivos de vida que os levam para caminhos diferentes. Ethan é um advogado que lida com transações esportivas e que muito em breve assumira uma nova posição em um time de futebol americano em Nova York. A Amber trabalha como bartender em um bar para se sustentar e conseguir investir na sua carreira de atriz. Ela é talentosa mais ainda não conseguiu o seu espaço em Hollywood. Mas apesar de difícil, ela é determinada a lutar pelo os seus sonhos.
"O rosto de Ethan fica tenso, sua frustração clara. Três passos grandes e ele se aproxima de mim, segurando-me perto do seu coração como se ele nunca mais fosse querer largar." - Amber
Contado pelo o ponto de vista exclusivamente da Amber, a autora constrói esse romance de uma forma maravilhosa, pois foi algo totalmente gradativo. O leitor tem a oportunidade de ver com os próprios olhos o amor entre eles surgir e acompanhar os pequenos e grandes momentos que mudam a vida deles e os fazem se apaixonar. Assim, a coisa toda torna-se mais real e envolvente. Amei essa história. Ele acaba por vezes sendo um pouco frustrante devido aos personagens, mas nada que tenha realmente me incomodado.

Enfim, me vi presa ao livro da primeira à última página e com o coração apertado conforme ele ia acabando. Aliás, quando a gente entende o porque do livro chamar-se "Martelo", confesso que eu me derreti toda. Rsrs 

Com certeza já estou a espera do próximo! Aliás, todos os livros dessa série ser lidos separadamente e fora da ordem, mas acho interessante ler na ordem, porque a autora foi nos apresentando os personagens desse e do próximo livro em Wrecking Ball, então meio que já prepara o leitor de antemão para o que ele vai encontrar. 

Fica a recomendação. Dou 5 estrelas - o máximo do meu ranking -, mas ele com certeza até vale mais.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.